Ciência Suja

MESACAST #1 - Políticas públicas baseadas em evidências

July 28, 2022

Uma falsa cura do câncer chegou a virar lei no Brasil. Um parecer que defendia o fim da prescrição da cloroquina para pacientes com Covid-19 foi vetado pelo Ministério da Saúde. A constelação familiar se infiltrou no Judiciário brasileiro. Como evitar que charlatanices como essas virem políticas públicas? E, por outro lado, de que maneira incorporar as evidências científicas em diferentes setores e instâncias da administração pública?

 

Na estreia da parceria entre o podcast Ciência Suja e o Observatório de Políticas Científicas do IQC, a microbiologista Natalia Pasternak, o psicólogo e advogado Paulo Almeida e a cientista política Natalia Koga (IPEA) discutem esses pontos e os passos que devemos trilhar para levar evidências científicas de qualidade para os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Sempre trazendo uns casos de ciência suja porque ninguém é de ferro.

 

O Observatório de Políticas Científicas, que tem o apoio do Instituto Serrapilheira, disponibiliza dados públicos sobre ciência, acompanha projetos de lei na área e produz conteúdos que se aprofundam nos desafios de políticas públicas no país, entre outras atividades. Para saber mais, acesse: https://observatorio.iqc.org.br/

 

O Ciência Suja agora também tem site: https://www.cienciasuja.com.br/

E está no Instagram (https://www.instagram.com/cienciasuja/), no Twitter (https://twitter.com/cienciasuja), no Facebook (https://bit.ly/3vhVjao) e no Youtube (https://bit.ly/3BkjWXx).

 

Esses mesacasts têm a produção da jornalista Clara Marques, com apoio da equipe do Instituto Questão de Ciência. Edição: Pedro Belo. Apresentação: Theo Ruprecht. 

Podbean App

Play this podcast on Podbean App